Pesquisa
Ouça em
Siga-nos
Pesquisa
Ouça em

Por que temos tanto medo de arriscar?

por-que-temos-tanto-medo-de-arriscar

Ocupando um espaço entre os conceitos de nocivo e saudável, o medo de arriscar é, em primeiro lugar, um mecanismo de defesa. Negligenciá-lo por completo é imprudente; deixá-lo tomar conta dos seus atos pode atrasar a sua vida. Entenda como encontrar o equilíbrio. 🔎

 

 

Sabe aquele momento em que você precisa tomar uma decisão? De um lado você tem sua zona de conforto e, do outro, um passo arriscado que pode mudar sua vida. O seu cérebro vai tentar fazer de tudo para te convencer a ficar na zona segura e não se arriscar.

 

 

E, de repente, você está cheio de pensamentos hesitantes povoando a sua mente: “Não vou conseguir se for por esse caminho”; “É melhor continuar como está”… Então você é consumido por esses pensamentos e acaba desistindo… 

 

 

Daí fica a pergunta:

 

 

🤔 Por que colocamos tanta energia em pensamentos do tipo “E se der errado?”, ao invés de pensarmos sobre tudo o que poderia acontecer de bom caso perdêssemos o medo de arriscar?

 

De acordo com Jeffrey Pfeffer, professor de Economia na Universidade de Stanford nos Estados Unidos, as pessoas buscam ao máximo evitar a incerteza. Em um estudo realizado, Pffefer e seu colega David Hardisty descobriram que as pessoas quase sempre optam pela certeza, mesmo que o risco possa trazer muitos ganhos.

 

 

E falando em certezas, repare o seguinte: os donos de grandes negócios, os atletas de excelência e as pessoas que realizaram seus sonhos arriscaram muito em suas vidas. 

 

 

💡 Você não precisa ser um viciado em correr riscos para se dar bem, mas saber controlar o seu medo de arriscar pode ajudar muito.

 

O medo é nossa estratégia de defesa. Quando começamos a nos sentir inseguros sobre uma ideia, o cérebro começa a enviar avisos, como se estivesse acionando um sistema de proteção.

 

 

👉 A notícia boa é que seu cérebro possui outro sistema, conhecido como caminho da recompensa, o qual libera algumas substâncias químicas que acarretam boas sensações durante a execução de algo novo ou emocionante. Quando estimula essa parte do cérebro, você anula o medo de arriscar e consegue enfrentar desafios com mais facilidade.

 

 

Separamos algumas dicas para te ajudar a combater o medo e a hesitação e para te incentivar a arriscar (nem que seja só um pouquinho.) 😉

 

 

Dicas para superar o medo de arriscar

 

O que você vai ler agora são instruções super simples, de fácil aplicação, que podem destrancar processos em sua vida e abrir portas para oportunidades que nunca surgiriam enquanto você estivesse fechado em sua zona de conforto. 

 

 

Adquira mais conhecimentos

 

O medo é o que te prende à uma condição. Por exemplo: você quer muito se demitir de um emprego que causa tristeza e assumir outro que dê espaço para a sua criatividade, mas não consegue parar de visualizar inúmeros cenários negativos.

 

 

Segundo um artigo da Forbes escrito pelo estrategista de pequenos negócios Bernhard Schroeder, é importante pesquisar, conversar com amigos, procurar um mentor e, a partir daí, dar o primeiro passo.

 

O autor do artigo ressalta que, para pessoas que estão tentando impulsionar suas carreiras ou dar um grande passo em seus negócios, procurar um mentor pode fazer muita diferença. O mentor é quem vai ouvir e responder suas preocupações, para assim poder ajudar, pois ele é o profissional que tem a experiência necessária para essa incumbência. 

 

 

Enfim, após muita pesquisa e conversa, você se sentirá mais seguro para arriscar no mercado de trabalho.

 

Lute contra os pensamentos negativos

 

Já sabemos que os pensamentos negativos e de sabotagem são mecanismos que o cérebro utiliza para tentar nos manter seguros quando estamos hesitando sobre uma ideia.

Nesses momentos, é importante se manter consciente e pacificar esses pensamentos. 

 

 

Mas como fazer isso?

 

 

A verdade é que os riscos estão por toda parte. Às vezes, mesmo com a total certeza de que uma determinada atitude sua não causará impacto nenhum, você pode acabar gerando um amontoado de problemas… 😕

 

 

💡 Em resumo, nós não temos o menor controle das consequências de uma ação, pois é só depois de agir que teremos as respostas. Então, não concentre demais seus pensamentos nas consequências de um risco que você está inclinado a assumir.

 

Tente avaliar o cenário completo. Se você analisar as circunstâncias utilizando a razão, e não a emoção, para daí perceber que esse risco pode trazer mais coisas negativas do que positivas, é provável que ele não valha a pena.

 

 

Os riscos são inevitáveis na vida, mas é importante saber arriscar nos momentos certos e pelas razões corretas. Do contrário, ao invés de corajoso, você será apenas imprudente.

 

Os pequenos passos podem aumentar sua chance de sucesso

 

Imagine que o seu sonho é deixar o país onde nasceu e recomeçar em outro lugar. Se parar para pensar só um pouco sobre o que isso representa, é possível detectar vários problemas que podem acontecer ao longo do caminho. Afinal, são muitos os riscos nessa ação…

 

 

No entanto, há inúmeros pequenos passos que você pode realizar para aumentar sua chance de sucesso. Já que o risco é grande, você não deve decidir se mudar em um dia e no outro já ir embora. Se fizer isso, as chances de não dar certo são gigantescas.

 

 

Opte pelo seguinte: adiante alguns pequenos passos, como, por exemplo:

 

 

  • pesquise sobre o país de destino;
  • procure vagas de emprego;
  • entre em contato com possíveis contratantes pela internet;
  • pesquise prováveis bairros para morar;
  • descubra as burocracias que você irá enfrentar etc.
 

Dessa forma, você conseguirá eliminar da sua lista várias tarefas que teria que fazer já estando no novo destino. Além do mais, seria muito mais difícil lidar com várias questões ao mesmo tempo, sem que algumas sejam antecipadas. Adiantar esses pequenos passos certamente trarão mais segurança.

 

 

Parta para a ação

 

Você já avaliou as consequências, já pensou muito sobre o assunto, já conversou com amigos ou com seu mentor, já repassou inúmeros cenários na sua mente…

 

 

Então, chegou a hora: apenas vá e faça! 🔥

 

Muitas vezes, ficamos repassando mentalmente a mesma situação sem parar, mas chega uma hora em que é preciso agir e descobrir de verdade quais serão as consequências dessa decisão.

 

 

Se você se organizou para assumir esse risco, é provável que muitas coisas imaginadas aconteçam de verdade. Por isso, lembre-se sempre: você já está preparado para isso.

 

Mas uma coisa é certa: irão acontecer inúmeras outras coisas que você não esperava. E é exatamente essa a melhor parte de arriscar. Você terá momentos difíceis, mas milhares de outros irão estimular seu cérebro com muitas recompensas.

 

 

Não espere muito para fazer o que você quer. Sempre é hora de recomeçar. 💪

_________________

 

 

E você, já se arriscou muito na vida? Como foram essas experiências? Você recebeu alguma ajuda durante o processo, seja um ombro amigo ou alguma estratégia específica? Ou você é mais do tipo que prefere jogar na segurança? Conte para nós nos comentários!

 

 

Caso você conheça alguém que está com receio de assumir os riscos de uma nova empreitada ou de uma grande mudança, compartilhe esse texto! ❤️

 

 

AUTOR

Cristian Amaral 🇧🇷 

 

 

Eu movo as palavras de lá para cá, e escolhi a web como tabuleiro desse jogo. Assim como todo profissional online, encaro diariamente o tsunami de informações e tecnologias, mas sempre atento ao fato de que, no final das contas, seguimos lidando com pessoas.

 

 

cristian@k2ponto.com.br

LinkedIn

 

 

 

 

Discutir sobre

Leitura adicional

como-pequenos-habitos-podem-melhorar-a-sua-vida

Como pequenos hábitos podem melhorar a sua vida

Nesse texto você vai aprender dicas sobre pequenos hábitos que trazem grandes benefícios para o seu bem-estar. São fáceis de aplicar e você pode começar hoje mesmo.   Se você está lendo esse texto é porque, provavelmente, gostaria de melhorar o seu...

criatividade-nao-tem-a-ver-so-com-arte

Criatividade não tem a ver só com arte

Sabe aquele dia em que você tem poucos ingredientes em sua geladeira, mas precisa fazer um almoço rápido? Sem muito tempo para pensar, você decide inventar uma refeição… e não é que fica super gostosa?     Essa é a sua criatividade agindo em um...

procrastinacao-o-que-e-e-como-supera-la

Procrastinação: o que é e como superá-la

Entender como funciona a procrastinação é o primeiro passo para superá-la. Nesse artigo, você vai conhecer algumas técnicas para vencer esse obstáculo de forma serena e sem sofrimento, a partir da readequação de alguns hábitos e da sua postura...

Rádio ao vivo

Ooops ! You forgot to enter a stream url ! Please check Radio Player configuration