Pesquisa
Ouça em
Siga-nos
Pesquisa
Ouça em

Autocuidado: aprenda a arte de cuidar do corpo, da mente e do espírito

autocuidado-aprenda-a-arte-de-cuidar-do-corpo-da-mente-e-do-espirito

A prática do autocuidado significa a retomada do protagonismo da sua própria vida. Tem a ver com aprimorar suas relações internas e com os outros. A consequência natural vem na forma de dias mais felizes e significativos. Faça esse favor para si mesmo. Você merece!

 

Como você está?”. Essa é uma pergunta usual que quase sempre ouvimos dos outros. E a resposta normalmente é “Bem!”- mesmo que não seja verdade. 

 

Agora, pare por um momento e faça essa pergunta a si mesmo – e seja sincero, não vale resumir a resposta em apenas três letras. Você e eu sabemos que, nessa explicação, cabe muito mais que “bem” e “mal”. 

 

É com essa reflexão que podemos começar a conversar sobre o autocuidado

 

De maneira simples, podemos dizer que o autocuidado envolve qualquer prática que façamos para cultivar o nosso próprio bem-estar. Inclusive os pequenos hábitos!

 

E isso deve ser considerado de uma forma muito ampla, desde os cuidados como alimentação equilibrada e a prática de exercícios físicos até se permitir quebrar as regras de vez em quando (exemplo: passar o dia assistindo à sua série favorita). 😉

 

Às vezes esquecemos da nossa importância como protagonistas de nossas vidas e paramos de ouvir e respeitar nossas necessidades.  

 

E isso não pode ser esquecido! Afinal, para manter bons relacionamentos com as pessoas e os ambientes que nos cercam, é necessário manter um bom relacionamento consigo mesmo.

 

Para melhorar – ou até mesmo reatar  – essa relação, o autocuidado é indispensável.

 

Se você está lendo esse texto, significa que quer entender um pouco mais sobre o assunto, não é mesmo? 🤔

 

Aqui vão algumas noções básicas sobre o autocuidado:

 

Autocuidado não é sinônimo de egoísmo – muito pelo contrário: o autocuidado é primordial para que você consiga cuidar melhor de tudo e de todas as pessoas que estão ao seu redor.

 

Autocuidado é amor-próprio – amar é cuidar, certo? Então, quais cuidados você está precisando?

 

Autocuidado envolve a sua saúde física, mental e espiritual – pode parecer difícil pensar em tudo isso, mas nesse artigo você vai encontrar algumas dicas para se guiar e entender o que fazer para melhorar sua qualidade de vida em todos esses aspectos.

 

Tipos de autocuidado 

 

São 3 os tipos de autocuidado. Vamos analisar um por um.

 

Autocuidado físico

 

Muitas vezes, o autocuidado difundido nas redes sociais envolve rotinas de cuidados estéticos com a pele. É muito importante cuidar da pele, mas não podemos esquecer que ela é apenas uma das partes do nosso corpo. 

 

Segundo o médico Drauzio Varella, “Ter consciência sobre o próprio corpo e prestar atenção a pequenos sinais fora do seu normal já é um bom começo.”

 

O oncologista também fala sobre a necessidade de se alimentar bem e alerta para o perigo do sedentarismo. 

 

A dor de cabeça que nunca passa ou aquela falta de disposição que perdura por dias são sinais de que é necessário procurar um profissional.

 

⚠ E não deixe para fazer isso em um momento crítico!

 

Cuide da saúde do seu corpo de forma preventiva:

 

  • Faça consultas de rotina, mesmo que esteja tudo bem.

  • Tenha uma alimentação equilibrada.
  • Pratique exercícios físicos regularmente.
  • Use preservativo em suas relações sexuais.
  • Mantenha em dia os exames de prevenção contra o câncer.
  • Atualize sua carteira de vacinação sempre que necessário.
  • Consuma medicamentos sem prescrição médica de forma responsável.
  • Não abuse de substâncias como álcool e fumáveis.
  • Invista em um sono equilibrado.

 

Resumindo, alimentar-se de forma adequada, praticar exercícios e dormir bem garantem disposição física e promovem a sensação de satisfação, além de potencializar as capacidades do seu corpo.

 

Autocuidado mental

 

Os cuidados com a mente envolvem aspectos psicológicos e intelectuais, os quais afetam nossas habilidades de pensar e agir com consciência e responsabilidade.

 

Responda sinceramente:

 

  • Você sabe identificar suas emoções, entender e respeitar suas próprias vontades? 
  • Como tem exercitado suas habilidades intelectuais?
  • Tem notado alguma dificuldade para se concentrar? Ou para se distrair?
 

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão é um transtorno mental frequente que afeta cerca de 300 milhões de pessoas ao redor do mundo.

 

Outros transtornos como o estresse e a ansiedade também se tornaram comuns nas últimas décadas. 

 

E não se engane: as doenças mentais são tão sérias quanto as físicas! Elas podem, inclusive, estar associadas. 

 

Se você não sofre com nenhum desses problemas, provavelmente ao menos uma pessoa em seu círculo de relações está sendo afetada por algum deles. E, obviamente, você não precisa esperar por um diagnóstico de transtorno para começar a cuidar da sua saúde mental.

 

Aqui também há a necessidade de pensar em prevenção. Por isso: 

 

Observe a si mesmo no dia a dia, avalie suas sensações e emoções perante os fatos

 

Reflexão, aceitação e acolhimento são essenciais para cultivar uma consciência sobre seus verdadeiros sentimentos. Enxergar e respeitar a si mesmo devem ser as prioridades da sua agenda. 

 

Exercite a sua mente e tenha criatividade

 

Não é apenas o corpo que pode cair no sedentarismo. Aprender coisas novas e praticar atividades e jogos de raciocínio são uma ótima fórmula para prevenir doenças neurológicas. E, é claro, também pode ser muito divertido. 😉

 

Pense em estratégias para lidar com emoções negativas – afinal, em algum momento você terá dias ruins

 

Nem mesmo o ser mais saudável consegue evitar emoções como tristeza, frustração, raiva, desânimo etc. 

 

👉 Inteligência emocional é saber lidar com os melhores e piores sentimentos.

 

Use a tecnologia a seu favor

 

Passar muito tempo ocioso em frente às telas pode ser vicioso e prejudicial à sua saúde. Por isso, procure usar com responsabilidade o seu tempo online para entretenimento, e nunca em excesso.  

 

Não se sobrecarregue e saiba dizer não

 

Suportar mais do que você consegue não é uma forma cautelosa de cuidar de si. Muitas vezes é necessário reconhecer que precisa de ajuda, e isso pode promover o alívio daquele peso que você não é capaz de carregar só.

 

Lembre-se que, para manter um bom relacionamento com os outros, é necessário manter um bom relacionamento consigo mesmo. 

 

A palavra-chave é o respeito. Então, se não está se sentindo à vontade, ou se simplesmente não quer, diga NÃO sem medo!

 

👉 E o mais importante: nunca hesite em procurar ajuda profissional. 

 

Que tal começar uma psicoterapia? 🤔

 

Autocuidado espiritual

 

Você tem consciência sobre a sua relação com o universo ao redor?

 

O autoconhecimento necessário para descobrir suas reais necessidades não existe sem uma consciência mais elevada sobre o universo em que estamos inseridos. 

 

O fato de sermos humanos nos envolve em uma complexidade infinita, que muitas vezes só pode ser explicada através da espiritualidade. 

 

E vale lembrar que não estamos falando apenas de religião, pois existem diversas formas de compreender o lado espiritual da vida. 

 

Então, a ideia aqui é praticar o que você acredita, aquilo que te faz sentir bem, seja acender uma vela e fazer uma prece ou participar de um ritual de cura através da conexão com a natureza. 

 

Meditar e fazer yoga, práticas que se popularizaram em todo o mundo, têm sido indicadas como potentes ferramentas de autocuidado. Já pensou em experimentar?

 

👉 Manter uma rotina espiritual é uma maneira de cultivar a paz, o equilíbrio, o amor-próprio e a esperança.  

 

Autocuidado por todos os lados

 

Organizar a sua rotina para evitar o acúmulo de tarefas e manter uma vida financeira saudável também são excelentes formas de autocuidado. Assim você consegue ter momentos de entretenimento e relaxamento sem ter que se preocupar!

 

Manter o equilíbrio entre os momentos prazerosos consigo mesmo e com os outros é fundamental. Aproveite a solitude, mas lembre que uma vida social ativa – mesmo que online – é muito importante para ter perspectivas mais amplas.

 

As pessoas são diferentes, e por isso não existe uma fórmula perfeita de autocuidado. 

Para descobrir a sua, vai ser necessário ter uma conversa franca com a pessoa mais importante do mundo: você!

 

Ah, não se esqueça de ser gentil. ❤️

 

Que tal começar a cultivar a cultura do autocuidado? Compartilhe esse texto em suas redes sociais ou com as pessoas próximas de você que estão precisando cuidar mais de si próprias!

 

 

 

AUTOR

Cristian Amaral 🇧🇷  

 

Eu movo as palavras de lá para cá, e escolhi a web como tabuleiro desse jogo. Assim como todo profissional online, encaro diariamente o tsunami de informações e tecnologias, mas sempre atento ao fato de que, no final das contas, seguimos lidando com pessoas.

 

 

cristian@k2ponto.com.br

LinkedIn

 

 

 

 

Discutir sobre

Leitura adicional

o-que-e-sustentabilidade-e-qual-e-o-seu-papel-nisso

O que é sustentabilidade e qual é o seu papel nisso?

Para entender o que é sustentabilidade – e poder exercê-la na prática -, pense na manutenção da viabilidade da vida no nosso planeta, não só no presente como para as futuras gerações.    Quer adentrar esse caminho virtuoso? Comece fazendo a si...

o-que-e-e-para-que-serve-o-mindfulness

Mindfulness: o que é e para que serve

Mindfulness – ou atenção plena, como também é conhecido em português – é uma técnica de meditação que exercita a capacidade de manter o foco no momento presente de forma intencional. E o principal: sem julgamentos.   Imagine a seguinte...

Rádio ao vivo

Ooops ! You forgot to enter a stream url ! Please check Radio Player configuration